« voltar para Dicas e Truques

AGITANDO SUAS REDES: COMO FAZER O MARKETING DO SEU BAR NO MUNDO

Hoje em dia, é raro que um bar ou restaurante não esteja presente nas redes sociais. Mas com tanta coisa acontecendo e com a concorrência acirrada no disputado mundo digital, conversamos com Marian Beke, do bar The Gibson, para saber como fazer seu estabelecimento se destacar na multidão.

Na última década, muita coisa mudou na forma como atrair clientes dentro do mercado de hospitalidade. Principalmente nas grandes cidades, onde tantos lugares disputam a atenção e o tempo das pessoas, ter uma presença online nunca foi tão importante.

As redes sociais estão sempre no topo da lista, mas há outros recursos online que influenciam as pessoas e merecem ser levados em consideração. Muita gente procura a opinião de terceiros em plataformas como Tripadvisor, Google Meu Negócio e Yelp, onde têm acesso a avaliações de outros clientes, comentários, fotos ou vídeos que os ajudam a se decidir por determinado bar ou restaurantes. Por isso, é provável que você já tenha sido citado online, mesmo sem ter feito nada.

POR QUE ESTAR ONLINE?

São muitos os benefícios de melhorar sua presença online:

  1. Divulgar sua mensagem e também seus drinks de forma barata e eficiente, e ainda interagir diretamente com potenciais clientes.
  2. Construir sua reputação e se conectar com mais clientes (e como consequência, atrair novos).
  3. Divulgar suas criações e receber críticas e avaliações valiosas sobre tudo, desde seus coquetéis até o conceito do seu bar.
  4. Conversar com clientes e entendê-los melhor, para que assim você possa adaptar suas ofertas exatamente de acordo com as demandas deles.
  5. Ter acesso a novas ideias, dicas de mercado e conexões em todo o mundo, em tempo real. É incrível poder trocar ideias com bartenders da China, Peru ou Islândia!

Hoje em dia, no mundo digital, pode ser mais difícil sobreviver se as pessoas não encontram seu estabelecimento no Google Maps ou se não podem ver seu cardápio em seus smartphones. Aqui no Gibson, nossa principal frente são as redes sociais — Instagram, Twitter, Facebook — mas também acompanhamos outras plataformas, onde também interagimos constantemente. É claro que isso não significa agradecer cada like ou discutir com cada comentário ruim. Todo mundo está nas redes sociais, e você não vai conseguir agradar a todos — nem deve! Às vezes você vai se deparar com reações negativas online, e a melhor coisa é não cair em provocações. Você deve sempre se perguntar se está fazendo o melhor para o bar, e pense sempre antes de postar alguma coisa — depois que está na internet, não tem volta.

COMO COMEÇAR

Pode parecer meio assustador começar uma presença online e a promover seu bar nas redes sociais, e muita gente não sabe por onde começar. O primeiro passo é definir alguém como o responsável pela presença digital de seu estabelecimento — de preferência alguém que já esteja familiarizado com o funcionamento das redes. Aqui nós temos uma pessoa da equipe responsável por isso e por manter nossa comunicação sempre consistente. Ela criou um cronograma de postagens e gerencia tudo, trabalha em conjunto com outros da equipe e coleta o conteúdo que divulgamos.

Comece pequeno, assim você consegue manter uma consistência na comunicação de sua marca. Interaja e apoie bares ou negócios similares — podem ser estabelecimentos próximos, ou com o mesmo conceito, ou até mesmo possíveis fãs (apreciadores de coquetéis, bloggers, etc.). Comece a construir uma rede de contatos, gerencie seus posts e desenvolva sua comunicação a partir daí. Lembre-se que cada canal tem um propósito e função diferente, por isso use cada um da melhor forma possível.

1.TripAdvisor/YelpColoque seu estabelecimento em sites de avaliações o quanto antes, com informações de contato sempre atualizadas, para que os clientes e interessados possam se comunicar com você de maneira fácil e rápida. Coloque fotos com boa resolução em seu perfil, e peça a seus clientes para deixarem comentários.

2.FacebookCom mais de dois bilhões de usuários ativos, o Facebook é uma obrigação para qualquer estabelecimento. Crie uma página de seu bar no Facebook, para que os clientes possam fazer check-in e coloque também suas informações de contato e funcionamento. Coloque uma foto de capa e de perfil atrativas, interaja com seus clientes e peça para deixarem comentários e avaliações na página. No Facebook você também pode fazer anúncios pagos (ou posts patrocinados), com direcionamento específico para seu público-alvo e sua localização. Se você tiver orçamento para isso, pode ser um meio rápido e eficaz de turbinar sua visibilidade online, mas não é algo essencial.

3.Twitter – Embora tenha perdido um pouco de sua popularidade, o Twitter ainda é uma ferramenta importante para colocar estabelecimentos e seus clientes em contato direto, e também uma forma de ter conversas mais extensas com o mercado. Fique de olho em hashtags que sejam relevantes para você, encontre e interaja com outros bares e apreciadores de coquetéis, e coloque seu bar no mapa.

4.InstagramInstagram é um recurso de promoção muito visual, por isso pense na melhor forma de criar conteúdos para essa plataforma, e em como ele impacta as pessoas. Aqui nós contratamos um fotógrafo profissional para nos ajudar com isso, e notamos uma grande melhoria em nosso conteúdo. É claro que muitos estabelecimentos não têm essa possiblidade, por isso é importante conhecer ao menos alguns fundamentos de fotografia. A maioria dos smartphones hoje em dia tem ótimas câmeras, por isso entender o básico sobre exposição de luz, abertura de diafragma e efeito bokeh pode facilitar para que você traduza suas ideias em imagens. Prepare seus drinks para saírem bem na foto, com ingredientes frescos e bonitos e decorações inovadoras. Se quiser se aprofundar mais no assunto, os membros da DBA têm acesso às dicas do fotógrafo Rob Lawson e da estilista de coquetéis Tara Garnell sobre como fotografar drinks para marcas e bares, de maneira profissional.

Nas legendas, tentamos sempre ser simples — não complique demais e marque os produtos, marcas ou ações relacionados, para que você atinja a audiência correta. Tanto no Instagram como no Facebook, cuidado para não exagerar na frequência de posts. Normalmente fazemos um por dia, para não saturar o feed dos nossos seguidores. Mais do que isso, as pessoas começam a te bloquear ou deixam de seguir seu perfil.

SABOR PRIMEIRO, SEGUIDORES DEPOIS

Aqui no Gibson, não fazemos nossos drinks para que fiquem bonitos nas redes sociais. Fazemos pelo sabor e nosso objetivo é criar o melhor clima possível para nosso bar. Se os clientes querem postar nas redes que estão aqui, ótimo. Existe um risco de um bar se empolgar demais com sua presença online e conseguir mais seguidores do que clientes de fato. É muito fácil cair nessa armadilha, principalmente se você está começando nesse ramo ou acabou de abrir um bar. Há muita pressão para parecer bem-sucedido nas redes, mas a questão principal é: claro que é ótimo se uma foto de um coquetel seu tem 10 mil likes, mas de que isso adianta se você não consegue fazê-lo direito no horário de pico de uma sexta-feira, ou se ele tem um sabor tão ruim que seus cliente nem conseguem terminar de bebê-lo?


Inscreva-se na Diageo Bar Academy e tenha acesso ilimitado às últimas receitas e dicas de atendimento de alguns dos maiores nomes do mercado.