« voltar para Dicas e Truques

Técnicas essenciais de bar: a arte de coar

Coadores — de várias formas e tamanhos — permitem maior controle na hora de criar texturas para seu coquetel, apesar de ser um utensílio relativamente novo no bartending. Hoje vamos analisar a arte de coar, os diferentes tipos e funções de um coador, e quais devem ser usados para determinados coquetéis.

POR QUE COAR

Depois de bater ou misturar uma bebida, uma das últimas etapas de um coquetel é coá-lo. Simplificando, coar é fazer o drink passar de uma peneira para um copo, filtrando qualquer resíduo de ingredientes ou excesso de gelo.

Podemos “encher linguiça” e falar de forma mais técnica, mas no fim das contas o objetivo é que seu coquetel fique sem pedaços maiores de ingredientes (ou gelo).

TIPOS DE COADORES (E RECIPIENTES)

São três os tipos de coadores usados para se fazer coquetéis: o Hawthorn, também chamado de strainer; o julep e o coador fino. Este último funciona como uma peneira e é usado em conjunto com um coador Hawthorn ou julep, como um filtro secundário para ingredientes mais leves e delicados.

1) HAWTHORNE ou STRAINER

O que é: o tipo mais comum e versátil de coador, usado junto com um recipiente de metal para coar drinks batidos.

Possuem uma mola e pequenas dobras de metal para que se ajustarem melhor à borda do copo.

A mola é o que dá flexibilidade ao Hawthorne, já que permite seu uso com diferentes tipos de coqueteleiras, copos e taças.

Por que: comparado com os coadores julep, o Hawthorn geralmente é maior e dá mais textura à maioria dos coquetéis, já que um drink batido fica mais aerado depois de coado com ele. Esse tipo de textura normalmente se perde quando a bebida é simplesmente coada com um coador fino. Embora hajam coadores Hawthorn estreitos que podem ser usados diretamente com um mixing glass, às vezes é necessário utilizar também um coador julep.

2) COADOR JULEP

O que é: coadores julep são feitos de metal perfurado e têm uma aba larga que se encaixa no mixing glass. Por isso, são mais usados para coar drinks mexidos.

Por que: como já foi dito, um coador Hawthorn deixa o drink mais aerado, por isso um julep é a escolha mais óbvia quando a intenção é um coquetel mais volumoso e aveludado.

Teoricamente, um bartender consegue se virar apenas com um tipo de coador, desde que retire o gelo ou qualquer outro resíduo de ingredientes enquanto estiver preparando o coquetel. Mas o julep impressiona pela aparência e permite maior controle, já que com ele é possível ver a bebida quando despejada no copo.

Vale a pena ter tanto um coador julep quanto um Hawthorn, para preparar diferentes coquetéis. No final das contas, se forem utilizados apenas pelas suas funções básicas, a principal diferença entre eles é a textura buscada em um coquetel.

3) COADOR FINO

O que é: um coador fino tem a função de uma peneira, e muitas vezes é chamado de coador de chá. É usado diretamente sobre o copo, para coar duplamente um coquetel que já tenha passado por um Hawthorn.

Por que: alguns dizem que usar um coador fino é exagero, pois a personalidade de um drink é perdida se ele for filtrado muitas vezes.

Apesar disso, esse coador é bastante útil se o coquetel tem ingredientes como folhas de hortelã, que acabam se partindo em pedaços menores e podem passar facilmente por outros tipos de coadores.

TEST DRIVE

Ah, o cheiro de coador novo… é hora de testá-lo.

Se você tiver um Hawthorn à mão, pode tentar fazer um coquetel espumoso — como o clássico Whisky Sour ou algo mais descolado como o Bulleit Apple Mustard Sour.

Tente fazer um utilizando o julep, e outro com o Hawthorn em conjunto com o coador fino. Depois prove ambos e tente perceber as diferenças que cada coador traz aos coquetéis.

Tente fazer um coquetel vibrante e divertido como o Clover Club usando um coador fino — experimente duas versões: uma coado apenas uma vez e, outra, duas vezes. Tente perceber se o coquetel perde algo em sabor ou textura.


Quer ter acesso exclusivo a novidades do segmento, utensílios de bar e treinamentos? Inscreva-se na Diageo Bar Academy e tenha acesso ilimitado a isso tudo.