Atualizamos nossos Termos de Uso. Para mantê-lo informado sobre onde processamos seus dados. Veja mais aqui ou entre em contato conosco para mais informações.

Este mês conversamos com nosso head André Bueno e nosso Brand Ambassador Kennedy Nascimento e pedimos para eles dicas de leitura. Veja aqui algumas dicas vindas do nosso time de especialistas!

Este mês conversamos com nossos mestres Kennedy Nascimento e André Bueno e pedimos dicas de livros focados em coquetelaria. As dicas foram ótimas e aqui você acompanha com exclusividade o que nossos especialistas sugeriram, mas antes, vamos ver um pouco do que tem sido lançado no mercado de livros de coquetelaria no Brasil.

Meses atrás nosso querido mestre Derivan Ferreira lançou o “Ultimate Bartender Book”. Derivan é sem dúvida alguma um dos autores com mais títulos lançados no nosso setor!

E tivemos também o lançamento de um novo escritor em nosso mercado. Victor Quaranta, que escreveu e publicou sua primeira obra: “Mixologia: o universo do bartender cientista.”

Agora que vimos alguns dos lançamentos recentes vamos para as dicas de nossos especialistas, começando com as dicas do nosso “professor” André Bueno!

Fala galera! O pessoal do DBA me pediu dicas de leitura e acessei a minha biblioteca para listar alguns dos livros que considero interessantes, segue aqui uma lista e espero que gostem das dicas!

Recomendo especialmente para quem está iniciando uma leitura em especial: “Manual do Bar” da editora SENAC escrito por Aristides de Oliveira Pacheco. A edição que possuo é a 5º, lançada em 2005 e mesmo sendo um livro “antigo” podemos considerar o Manual de bar como um livro atemporal em diversos aspectos. Para quem está iniciando na área, vale a leitura!

Minha segunda recomendação é direta para que gosta de Vodka e quer saber um pouco mais sobre a história de uma das marcas mais icônicas de todos os tempos. Recomendo “O Rei da Vodka” de Linda Himelstein. Neste livro você consegue acompanhar muito do que a Smirnoff vêm retratando em seus comerciais atuais sobre ter sobrevivido a revoluções, a chegada na América e claro a criação do Moscow Mule que se tornou popular no país através da receita de Marcelo Serrano com sua espuma

Agora vamos aos livros que não estão em Português! Já que citei um bom livro sobre Vodkas, recomendo “Vodka Distilled” de Tony Abou-Ganim. Neste livro você vai encontrar informações valiosas sobre produção, diferenças entre as vodcas de cada região, uma boa abordagem sobre velho mundo e novo mundo e muito mais! Some esta leitura com o Rei da Vodka e se torne um expert no assunto!

Sou apaixonado por livros e filtrar o que acho legal é uma tarefa bem complicada. Um livro que considero fantástico e que tenho enorme carinho é o “The Modern Mixologist” também de Tony Abou-Ganin. Qualquer pessoa que leia este vai se encantar com a forma simples e clara que Tony aborda alguns temas. Recomendo muito!

Minha próxima dica é o conhecido “Liquid Intelligence” de Dave Arnold, este aqui para bartenders mais experientes e que realmente gostam de estudar. Aproveito para deixar outra dica para jovens bartenders: respeite o tempo das coisas e dominem o básico antes de evoluir suas receitas para algo mais complexo!

E agora que nosso “professor” deu suas dicas, vamos para as dicas de nosso Brand Ambassador Kennedy Nascimento!

Olá pessoal que acompanha o DBA!

Muito legal esta matéria falando sobre literatura de bar, acredito que todo bom bartender tenha em mente o quanto a leitura pode ser fundamental em seu desenvolvimento e conforme pedidos da equipe DBA, seguem aqui algumas dicas!

A primeira dica é para quem curte clássicos como eu e sabe a importância dos bitters na coquetelaria, logo, vamos falar de bitters? Vejo muitos bartenders produzindo bitters, buscando informações sobre e recomendo uma dobradinha para este assunto: “Bitters” de Brad Thomas Person e “The Drunken Botanist” de Amy Stewart. Nestes dois você vai encontrar receitas, informações sobre ervas, raízes e muito mais! Se criar um bitter depois destas leituras não deixe de me contar ok?

“Three Ingredients” de Robert Simonson mostrando que na coquetelaria menos pode ser mais, um dos conceitos que mais acredito. Basta ver alguns dos principais clássicos!

E para fechar minhas dicas de leitura, este é um dos livros que considero quase que obrigatórios para qualquer bartender: “Joy of Mixology” do grande Gary Regan. Este nem sei como descrever de tão fantástico!

Dicas dadas, ótima leitura, fico por aqui e até a próxima.

Estas foram as dicas de leitura do nosso time, quer aprender mais? Mantenha-se informado, inspirado e conectado aqui no Diageo Bar Academy!