Atualizamos nossos Termos de Uso. Para mantê-lo informado sobre onde processamos seus dados. Veja mais aqui ou entre em contato conosco para mais informações.

CORTANDO CUSTOS DE BARES SEM COMPROMETER A QUALIDADE

Para bares em busca de formas de trabalho econômicas e eficientes, os profissionais da indústria Charlotte Halsius e Vijay Mudaliar estabelecem alguns truques para reduzir os custos sem se preocupar com a qualidade de suas bebidas e serviços.


Possuir um bar pode ser ao mesmo tempo desafiador e gratificante. Para servir bem seus clientes e seu pessoal, vale a pena considerar como você pode maximizar os lucros enquanto minimiza os custos, embora ainda tendo em mente o serviço e a qualidade. Nem todas as mudanças precisam ser grandes e Charlotte Halsius, Embaixadora da Marca Diageo da Suécia e Noruega e Vijay Mudaliar da Native, Singapura, mostram como eles cortam custos em seus locais de trabalho com formas inteligentes de trabalho e um know-how criativo.

Continue lendo para descobrir suas dicas essenciais!

1. Não desperdiçar: A reutilização de ingredientes

Vijay Mudaliar, Proprietário de Bar, Native Singapore

Trabalhamos muito para reduzir nosso desperdício. Tentamos olhar cada parte de uma fruta, erva, legumes e especiarias com a curiosidade de seu potencial desbloqueado. As peles de abacaxi, por exemplo, podem ser geralmente jogadas fora em bares, mas nos últimos anos temos visto bartenders usá-las para fazer tepache, uma bebida fermentada e saborosa. Temos um coquetel de abacaxi no menu da Native que é infundido com a pele do abacaxi e a carne do abacaxi é grelhada e usada como guarnição.

O segredo é ser curioso e experimentar novos elementos. Fazer um pó com sobras para seus petiscos, misos, kombuchás, kefir e hidromel são algumas ótimas opções.

Charlotte Halsius, Embaixadora da Marca Diageo

A utilização máxima de cada ingrediente é tão importante para o meio ambiente quanto para sua carteira. Quando eu trabalhava no bar, nós reduzíamos o desperdício usando cada ingrediente em todo o seu potencial.

A rodela de limão, por exemplo, pode ser usada como uma bela guarnição ou para fazer um delicioso xarope cítrico. O xarope poderia então ser usado para fazer limonada, slush, coquetéis ou sorvetes na cozinha. Se de alguma forma você ficar com mais xarope do que poderá usar, ofereça a seus convidados um coquetel sem álcool. O custo será quase nada e o gesto poderá ser suficiente para atrair os clientes de volta na próxima vez.

2. Simplifique o menu e atualize-o continuamente

Vijay

Mudamos nosso menu durante este período, dando-lhe uma sensação divertida e mais leve para nossos clientes. Para reduzir os custos, demos uma olhada nos ingredientes que usamos em nossos coquetéis e, sempre que possível, passamos o tempo fazendo nossos próprios ingredientes. Agora fazemos nossos próprios kombuchás, hidromel e misos, em vez de comprar marcas adquiridas em lojas. Isto leva mais tempo, mas significa que economizamos no custo e entregamos a qualidade que procuramos.

Também iniciamos um canal de entrega de coquetéis de nossos favoritos no menu para ajudar a conectar com nossos clientes em casa. Isto nos ajudou a ver algumas receitas adicionais também.

Charlotte

Mantenha o seu menu atualizado. Não há nenhum benefício em ter bebidas que ninguém pede. Um coquetel sem rotação pode ser um verdadeiro devorador de dinheiro. Não só o coquetel ocupa espaço desnecessário no menu, como os ingredientes ocupam lugar no bar e estragarão e, no final, você estará despejando dinheiro pelo ralo. Ao verificar os dados de vendas, você pode ver claramente quais bebidas são mais populares e quais não são mais rentáveis de se manter.

3. Treinamento de funcionários ao mais alto nível

Vijay

Nosso treinamento de funcionários se concentra no treinamento técnico e na construção de conhecimento - ambos permitem que a equipe venda e/ou venda cruzada aumente os gastos por cabeça de forma eficaz e confiante. Além do treinamento de produtos, também instilamos uma mentalidade em nossa equipe para cuidar de si mesmos e introduzimos sessões trimestrais de fisioterapia para encorajar a equipe a ter posturas saudáveis e aprender sobre prevenção de lesões. Ao investir no bem-estar e saúde de sua equipe, você pode reduzir os acidentes de trabalho e os custos associados a isso - incluindo a contratação temporária.

Charlotte

Ter uma equipe bem treinada certamente ajuda, assim como também bem instruída. Certifique-se de ter tempo para ter um briefing rápido antes do serviço, e se não houver tempo - arranje algum. Uma equipe bem treinada é menos propícia a cometer erros e, portanto, antes de cada serviço, criamos uma folha para todas as bebidas no menu que inclui o nome da bebida, a história curta por trás dela, os sabores e a receita.

Ao dar aos funcionários as fichas de informações a serem lidas, eles podem explicar e recomendar bebidas aos convidados com confiança, mesmo sem degustá-las. Uma vantagem que nos ajudou a economizar muito tempo e dinheiro.

4. Ouça o feedback dos clientes e do seu pessoal

Vijay

Não há melhor maneira de economizar custos do que fazer com que os clientes se sintam valorizados e dar-lhes o que eles querem, não o que você acha que eles querem. Você pode fazer isso compartilhando pesquisas, analisando dados de relatórios de vendas ou simplesmente tendo conversas abertas com os convidados. Foi um feedback como este que nos incentivou a expandir nossas ofertas sem álcool, para incluir uma gama de bebidas com baixo ABV e fermentadas para os clientes.

Charlotte

Meu melhor conselho para todos os restaurantes e bares é que ouçam seu pessoal. Eles conhecem o serviço diário melhor do que ninguém, eles sabem o que precisa ser melhorado.

Quando eu trabalhava no bar, reuníamos a equipe no final da noite para um breve resumo do dia. Pedimos a cada um deles que compartilhassem três coisas boas e três coisas ruins que precisavam mudar ou melhorar, isto realmente ajuda a agilizar sua oferta e economizar custos.

5. Equipe de trabalho em diferentes funções

Charlotte

Em vez de ter uma pessoa diferente para cada função, você poderia investir no fortalecimento de sua equipe, aumentando sua qualificação em todo o local do evento, o que a longo prazo compensaria. Quanto mais conhecimento puder ser compartilhado dentro das diferentes seções, mais ágil poderá ser o local do evento.

O que poderia ser melhor do que um chef que cobre a área que falta no andar e o balcão que pode ajudar no bar nas horas de pico? Quanto mais aprendemos uns com os outros, melhor nos tornamos. No final...somos todos uma só equipe!


DICAS CHAVE