We have updated our Privacy and Cookie Notice to keep you informed where we may process your personal data. See more here or contact us for more information.

Hidratação e Alimentação: Já parou pra pensar sobre a real importância destas ações?

Nosso Instrutor de Treinamentos Anderson de Araujo traz esse artigo abordando todos os detalhes deste tema. Vem com a gente!

A importância da hidratação e da alimentação balanceada

Entre metade e dois terços do nosso peso médio é composto por água. Sabiam disso? Muitos indivíduos desconhecem tal conceito assim como acabam não entendendo as possíveis alterações entre homens, mulheres, jovens, idosos e pessoas com quadro de obesidade. Vale à pena conhecer estas diferenças, mesmo que a título de curiosidade. De acordo com o Manual MSD (https://www.msdmanuals.com/pt/casa), a porcentagem de peso corporal correspondente à água é maior (70%) no nascimento e no início da infância. Um homem de 70 quilogramas tem 42 litros de água no organismo: 28 litros dentro das células, 10,5 litros no espaço ao redor das células e 3,5 litros, ou aproximadamente 8% da quantidade total de água, no sangue.

A importância da hidratação é tamanha que um individuo sem água, tem quatro vezes menos chance de sobreviver do que sem a ingestão de comida. Além de suprir as necessidades do nosso organismo, a hidratação também reflete em benefícios externos como aparência e textura da pele.

copo com água

E existe um ponto super importante que vale ressaltar: Eliminamos naturalmente todos os dias aproximadamente 2,6 litros de água. Isso mesmo: 2,6 litros.

Este cenário deixa clara a necessidade desta reposição. Mas não podemos esquecer: Precisamos repor também os eletrólitos que são eliminados junto com a água.

O mecanismo de perfeito funcionamento do nosso corpo está diretamente associado à hidratação.

A circulação sanguínea segue com mais fluidez quando nosso corpo está corretamente hidratado. Principalmente pelo fato do sangue não se encontrar mais espesso neste cenário.

As células também absorvem com mais facilidade os nutrientes e oxigênio necessários para garantir o bem estar do organismo.

E os rins, por sua vez, sendo os órgãos responsáveis pela filtragem do sangue, trabalham melhor quando o corpo está bem hidratado.

A alimentação também é, sem sombra de dúvidas, outro fator determinante para garantir o nosso bem estar. Certamente você já ouviu em algum momento a frase: “Você é aquilo que você come.”. E de fato isto é a mais pura realidade. E sem dúvidas é o reflexo de como você se sente.

Planejar com antecedência o que irá consumir facilita e muito na condução de uma alimentação mais saudável e equilibrada. Além do planejamento com relação ao que vai preparar, sendo isso a consequência do que irá comprar, busque melhores alternativas para os intervalos das refeições. “Belisque” com mais qualidade e com nutrientes relevantes. Neste cenário a melhor alternativa é colocar coisas que você goste, e que sejam nutritivos. E em último caso, se houver necessidade, faça uso de suplementos para repor o que possa estar em deficiência em seu organismo.

mesa com alimentos

Ah! E evite também ao máximo os alimentos processados. Sabemos que tais alternativas auxiliam e muito quando precisamos ganhar tempo em nossa rotina, mas este consumo pode refletir em inflamação intestinal e deficiência de nutrientes que de fato precisamos. Uma dieta equilibrada nos traz restauração e equilíbrio das boas bactérias presentes em nosso organismo.

A qualidade da alimentação acontece quando existe o equilíbrio de consumo de todos os nutrientes que precisamos. Priorizando, obviamente, alimentos naturais e de procedência conhecida.

Evitar gorduras e alimentos processados, e ricos em sódio, garantem bem estar e qualidade em sua alimentação.

Vamos relacionar alguns pontos fundamentais acerca deste tema: