We have updated our Privacy and Cookie Notice to keep you informed where we may process your personal data. See more here or contact us for more information.

UM É POUCO, DOIS É BOM E TRÊS É BOM DEMAIS!

Se você curte coquetéis com Cachaça, acompanhe abaixo três receitas simples e especiais com o nosso destilado como base.

Todos que acompanham o DBA sabem o quanto nossa equipe de treinadores “vestem a camisa” e não só explicam com carinho extra como também incentivam a valorização da Cachaça em nossos treinamentos.

Nesse artigo especial vamos abordar de maneira diferente o tesouro nacional e falar um pouco mais sobre a Cachaça mostrando que nosso destilado é sim muito versátil e vai muito além da Caipirinha.

Para começar a falar sobre a valorização do nosso destilado é preciso primeiro entender sobre ele e o primeiro passo é quebrarmos a associação da Cachaça com coisas negativas.

Se alguém costuma beber demais, logo é chamado de “Cachaceiro”.

Temos livros com diversos nomes dados para a Cachaça e em grande parte vemos termos como “A que passarinho não bebe” e muitos outros que costumam associar o nosso destilado a situações ruins, vamos dar um basta. Cachaça é coisa boa e precisamos dar valor!

Nos bares de todo o país temos bartenders que são apaixonados por Cachaça e que constantemente criam receitas fantásticas com nosso destilado como base.

Quando foi a última vez que você degustou um coquetel com Cachaça?

Experimente conhecer um pouco mais das possibilidades que nosso destilado oferece e vai se surpreender com o que vai encontrar!

Em SP por dois anos seguidos tivemos um torneio voltado para a popularização do coquetel Rabo de Galo, onde bartenders trazem para a competição as suas versões desse popular coquetel nacional.

Muitos pensam no Rabo de Galo como um coquetel de boteco, forte, até mesmo menosprezam o que esta receita tem para oferecer.

Nosso Head Trainer, André Bueno, foi buscar receitas de Rabo de Galo e trouxe pra nós uma versão do Rabo de Galo do grande Jean Ponce e em nossa versão utilizamos Cachaça Ypióca Empalhada Ouro e segundo o André, essa é uma das receitas mais simples e interessantes desse coquetel que ele já provou quando observamos o Rabo de Galo.

Rabo de Galo:

- 50 mL de Cachaça Ypióca Empalhada Ouro
- 20 mL de Vermute Tinto
- 10 mL de Cynar

Basta colocar os ingredientes em um copo e mexer com gelo e está pronto!
Mais uma dica, utilize as bebidas geladas, será realmente mais agradável.

E se estamos falando de coquetéis com Cachaça, já ouviu falar do Bombeirinho?
Não tão popular quanto o Rabo de Galo, porém, tão injustamente criticado e subestimado!

Quer uma receita de Bombeirinho bacana para dividir com os amigos? Tenta essa:

Bombeirinho:
- 50 mL de Cachaça Ypióca Empalhata Prata
- 15 mL de groselha
- 15 mL de suco fresco de limão Tahiti

Em uma coqueteleira coloque todos os ingredientes, adicione gelo e bata vigorosamente.
Sirva a mistura coando em um copo “on the rocks” e perfume os copos com uma “zest” de limão Tahiti.

Quer mais uma receita? Conhece o Macunaíma?

Criado no Boca de Ouro em São Paulo, multiplicado pelo país por vários bartenders que ao conhecer se encantam com a simplicidade e o sabor desta receita.
Quer fazer em casa? Anota a receita aí!

Macunaíma

45 mL de cachaça Ypióca Empalhada Prata
25 mL de xarope de açúcar (2:1)
20 mL de suco de limão Tahiti fresco
7 mL de Fernet Branca

O método de preparo é bem simples, coloque todos os ingredientes na coqueteleira com gelo e bata para que misture e resfrie bem.
Sirva em um copo com gelo e aproveite!

Agora que mostramos algumas receitas com Cachaça, com todo respeito a nossa Caipirinha, mas, experimente um Sour com Cachaça, ou mesmo um Espresso Martini com Ypióca 5 Chaves como base, asseguramos, Cachaça é muito legal e vai muito além da Caipirinha!!!

Mantenha-se informado, inspirado e conectado!!!