Atualizamos nossos Termos de Uso. Para mantê-lo informado sobre onde processamos seus dados. Veja mais aqui ou entre em contato conosco para mais informações.

Olá pessoal! Sou o Ricardo Sousa,Trade Expert do Diageo Bar Academy, e este é meu primeiro artigo para o site do DBA! Estou super feliz em poder escrevê-lo e compartilhar um pouco da minha experiência com vocês!Vou falar sobre alguns coquetéis que irão te levar a novos destinos.

Venha descobrir um pouco mais sobre alguns coquetéis que fazem história e geram tendências até hoje no mundo todo.

barman fazendo coquetéis

Viagem às Ilhas Caribenhas

As pessoas viajam pelo mundo por diferentes motivos. Alguns viajam para explorar igrejas, edifícios e monumentos.

Outros, assim como eu, querem ter experiências gastronômicas em bares considerados o berço da história da coquetelaria clássica e contemporênea. Embora entrar em um avião e voar pelo mundo não seja possível agora, viajar ainda é. Só precisará ser feito de casa. E acreditem: podemos ir bem longe com esses coquetéis e suas histórias nas quais eu vivi de perto e dividirei hoje com vocês.

Visitemos a Jamaica e Bermuda tomando um Rum Punch e um Dark’n’ Stormy. Um ponche de rum inclui sabores coloridos como limão e morango, enquanto o Stormy da família Goslings foi criado em 1860 e é uma mistura de rum, limão e cerveja de gengibre. Essas bebidas ganharam popularidade rápida mas podem ser encontradas em todo o Caribe, e ao fazê-lo, você frequentemente ouvirá as pessoas recitarem: "um de azedo, dois de doce, três de forte e quatro de fraco" (partes de correspondentes a um coquetel equilibrado).

Imagine o sol, a areia e a água enquanto desfruta de uma Piña Colada de San Juan, em Porto Rico. Quem originalmente criou a Piña Colada ( da família dos Frozens), ainda permanece um mistério. De qualquer forma, o delicioso coquetel é apreciado não somente na ilha mas em todo o mundo até os dias de hoje.

EUROPA E SEUS EXTREMOS

Uma coquetel Pimm's Cup irá transportá-lo para o verão em Londres. Inventado por James Pimm, um Pimm's Cup usa um licor à base de gin, frutas picadas, hortelã e limonada. A bebida foi inventada no bar de ostras do Pimm's entre 1823 e 1840 e eles são conhecidos por terem baixo teor de álcool.

Enquanto isso, na Espanha a sangria típica é feita com vinho tinto, conhaque, especiarias e frutas, mas outras receitas substituem o vinho tinto pelo branco para fazer uma sangria branca. A sangria tem uma longa história e é originária das regiões grega e romana, mas agora a bebida está associada à Espanha, devido o seu alto consumo por lá.

Que tal sobrevoarmos a Itália com o famoso Negroni? O Negroni foi inventado no Caffe Casoni em Florença, Itália, em 1919, e existem várias lendas a respeito de sua origem. O Negroni é mundialmente conhecido por ser um aperitivo e por isso, ser servido antes das refeições e levam bitters italianos, e também é um coquetel de extremos, porque enquanto o Negroni pode ser apreciado em um dia frio de inverno, também pode se tornar uma opção refrescante para uma tarde em Toscana.

AS AMÉRICAS

drink servido no bar

Vamos comecar visitando a cidade de Nova York, a casa do Bloody Mary. Acredita-se que o Bloody Mary tenha se originado na cidade de Nova York. O barman Fernand Petiot misturou suco de tomate com vodka no King Cole Bar do St. Regis New York, de acordo com o site do hotel. Uma coisa é certa: o Bloody Mary é um dos coquetéis mais amados pelos norte-americanos, que o apreciam logo pela manhã.

O Pendennis Club, um clube de cavalheiros fundado em 1881 em Louisville, Kentucky, afirma que o coquetel Old Fashioned foi criado lá. No entanto, a história é de origem incerta, já que a primeira menção impressa do nome Old Fashioned, foi no Chicago Daily Tribune em fevereiro de 1880, sendo ela somente uma releitura do clássico.

Vamos passar pelo Peru e finalizar nossa incrível viagem no Brasil, claro!

A origem do Pisco Sour é desconhecida, mas uma coisa temos certeza: a mistura de Pisco,claras de ovo, limão e bitter aromático é extremamente deliciosa, e enquanto isso, no país vizinho a história é de que apenas três ingredientes são necessários para constituir um coquetel equilibrado: limão, açúcar e Cachaça. Reconhecido pela IBA (International Bartender’s Association), é legitimado como o Coquetel Brasileiro: a Caipirinha!

CONCLUSÃO

Chegamos ao final de nossa viagem etílica, e com ela vimos que mesmo em casa, no local de sua origem, na casa de amigos, o importante é saber que a história que precede cada ingrediente envolvido em um coquetel é importante, pois o legado que nos deixaram deve sempre ser respeitado para melhorar e criar através de sabores e combinações incríveis nossas releituras e coquetéis autorais, pois em cada copo, em cada dose, em cada barra tem uma história que se iniciou há séculos atrás e está sendo desvendada e perpetuada em sua essência pelo seu bartender. Aproveite a sua jornada assim como eu aproveito a minha sempre.

Saúde!

CINCO PONTOS CHAVES

  1. Explore seus ingredientes locais
  2. Conheça a história dos coquetéis clássicos
  3. Mesmo de casa, aproveite sua viagem pelos sabores!
  4. Todo grande coquetel, tem uma grande história
  5. Por trás de cada gole, existe muita tradição sendo perpetuada pelo seu bartender