Atualizamos nossos Termos de Uso. Para mantê-lo informado sobre onde processamos seus dados. Veja mais aqui ou entre em contato conosco para mais informações.

Usar flores e ervas nos coquetéis é uma ótima forma de introduzir novos sabores e deixá-los refrescantes. Se você não sabe nem por onde começar para fazer isso, não se apavore. Mike di Tota, conhecido como o bartender botânico do The Bonnie,, em Nova York, está aqui para te dar ideias e inspirações sobre como usar esses sabores diferentes em seus coquetéis.

Minha história

Quando eu tinha uns vinte anos, eu trabalhei em um pequeno viveiro de plantas, numa tentativa de combater o stress de trabalhar em restaurantes, e o que começou como um simples trabalho no varejo se tornou uma obsessão. Rapidamente, eu fui de algumas plantas em casa para mais de 200 orquídeas no meu minúsculo apartamento. Me apaixonei pelo mundo da botânica e entrei na New York Botanical Garden School of Professional Horticulture. Na mesma época, eu consegui meu primeiro trabalho como bartender, em um gastropub do bairro, o Sweet Afton, no Astoria, Nova York.

By night, I was learning about craft gins and small batch whiskies and by day I was studying the garden’s 250 acres, becoming an expert on the 1000 plants I’d need to know before graduation. In my backyard I was growing herbs and flowers like scented geraniums, lemon balm and agastache, becoming intimate with how they grew, which parts of the plant gave off aroma, and the best ways to extract their flavour in edible form so that I could use them in my cocktails. I discovered that there are so many easy, accessible methods to explore botanicals with ingredients you can grow yourself or easily procure from the grocery store, and these new flavours can help you invent some exciting cocktail creations!

Xaropes

Xaropes é um dos meus jeitos favoritos para incorporar notas de plantas em coquetéis. Fazer infusão de ervas suaves como estragão, tomilho ou coentro em xarope simples, só um pouco gelado, libera o sabor delas. Aquecer pimentas duras, como semente de cominho e pimenta da Jamaica ativa seus óleos aromáticos.

Amassar hortelã fresca em um xarope simples é uma ótima forma de extrair seu sabor sem muito trabalho ou sujeira. É importante lembrar sempre que as ervas mais suaves funcionam melhor quando são picadas, amassadas ou mergulhadas em xarope quente, mas nunca cozidas. Cozinhar hortelã vai deixá-la com um sabor rançoso. Cascas, raízes e temperos secos como canela, cravo e sementes de coentro podem ser fervidos para dar sabor a um xarope simples. Eles liberam seu sabor quando expostos ao calor.

Decoração

Um drink perfeito estimula vários sentidos, por isso a decoração é uma oportunidade para criar uma prévia do sabor do coquetel, além de dar aroma a cada gole. Flores de madressilva, folhas de gerânio ou ramos de erva-doce ficam lindos em um copo, e folhas de louro e de tomilho dão um aroma apetitoso.

Infusões

Infusões em um coquetel também são um jeito simples de dar um pouco mais de complexidade para seus drinks. Ervas e flores secas como lavanda, camomila e erva-doce funcionam melhor para isso do que plantas frescas. Elas dão um sabor mais intenso em um tempo mínimo.

Colocar camomila no gin é uma das minhas combinações favoritas. A camomila dá uma bonita coloração dourada e seu sabor floral é um contraste interessante com as notas de zimbro do gin. Lavanda é uma combinação aromática excelente para o vermute branco. Flores secas de hibisco na tequila dão aquele sabor de tanino e também deixam a bebida com uma cor rubi vibrante.

Explore

Existe todo um mundo botânico que o bartender deve explorar, e não precisa ser um nerd dos bitters para começar a usar ervas e flores em seus coquetéis. Minha epifania veio quando me dei conta que toda bebida é feita a partir de alguma planta, de uma forma ou de outra: raízes, cascas, ramos, sementes, flores, frutas e vegetais. Meus dois caminhos se juntaram quando a horticultura e a mixologia colidiram, e eu continuo a aprender sobre a interação entre elas todo dia. O reino dos vegetais é uma fonte infindável de inspirações para mim.

Principais receitas

Black Velvet

PREPARO

Adicione xarope e encha com Guinness. Decore com folhas de hortelã fresca.

PREPARO

Coloque o xarope de hortelã e o cava em uma taça flute. Complete com Guinness. Decore com folhas de hortelã

*XAROPE DE HORTELÃ

PREPARO

Winter’s Finale

PREPARO

Gin com erva-doce

PREPARO

Join in the conversation and Tweet us at @diageobarac, share your photos on Instagram @diageobarac or post on our Facebook page. We’d love to hear from you.


Quer ter acesso exclusivo a conteúdos sobre o mercado, ferramentas de bar e calculadores de rentabilidade? Inscreva-se na Diageo Bar Academy e tenha acesso ilimitado a tudo isso.