Atualizamos nossos Termos de Uso. Para mantê-lo informado sobre onde processamos seus dados. Veja mais aqui ou entre em contato conosco para mais informações.

RECOMENDANDO COM HABILIDADE – VAMOS RENTABILIZAR

A indústria da hospitalidade e dos bons coquetéis está em evidência há anos e isso não é novidade.

A crescente demanda e exigência de nossos clientes tornou-se parâmetro para a elevação na qualidade do atendimento e claro, das recomendações dos produtos ofertados.

Para isso, cabe entender que todo bom atendimento envolve dois pilares que devem caminhar lado a lado em perfeita harmonia:

Garçom anotando um pedido

SERVIÇO X HOSPITALIDADE: O QUE É UM BOM SERVIÇO?

Um bom serviço abrange pontos cruciais para a famosa boa impressão.

Desde uma saudação calorosa até um bom entendimento da linguagem corporal de seus clientes.

A entrega dos coquetéis e pratos no padrão ideal, temperatura e tempo de serviço, entendimento de suas ferramentas e venda e conhecimento de seus produtos ofertados.

A boa indicação faz toda a diferença no momento da tomada de decisão e reverbera de maneira muito positive ao estabelecer um ponto de credibilidade entre sua equipe e seus clientes.

O FATOR HOSPITALIDADE

Hospitalidade é o que te torna memorável.

É o que determina se o seu cliente irá optar por frequentar seu estabelecimento ou a concorrência.

Existe uma frase que ajuda a elucidar e sintetizar o conceito de hospitalidade:

“Todo cliente carrega consigo uma placa que diz: Hey, me faça sentir importante. “

Hospitalidade traz o fator diferencial, é o ponto de cuidado, de contato que se sobrepõe à venda.

É o retorno à mesa, para saber se está tudo dentro das expectativas, se há alguma necessidade a ser atendida, e o mais relevante: demonstrar a seus clientes que eles são importantes ao seu estabelecimento.

E são.

Hospitalidade e serviço bem alinhados resultam em uma operação redonda, uma brigada capacitada a resolver até mesmo os menores contratempos e o foco na melhor experiência da clientela.

E COMO RECOMENDAR?

Comunicação é a chave do sucesso.

Um pequeno briefing diário pré-turno contribui e muito para colocar em evidência os pontos focais das vendas naquele dia, pontos que devem ser corrigidos e melhorados, e outros a serem enaltecidos.

Para recomendar com habilidade, é necessário conhecer a oferta.

Conhecer seu público, seus horários de pico e quais são seus maiores ganhos e perdas dentro deste período.

Quais são as falhas de sua equipe, e o mais importante: qual o potencial de cada membro e como melhor aproveitá-lo em prol de uma operação otimizada.

Experimentar é preciso!

Divida seus dias entre testes e provas e introduza sua equipe de bar e salão dentro da experiência proporcionada aos clientes.

Explique o perfil de aroma e sabor de cada coquetel, como as propostas podem complementar os pratos, como desenvolver o upselling no momento da abordagem ao cliente com a Venda Consultiva, e certifique-se de que toda sua equipe esteja familiarizada com estes pilares, além, claro, de conhecer os sabores envolvidos em cada coquetel.

Compreendendo melhor…

Uma vez que sua equipe está devidamente inserida no universo e identidade de seu estabelecimento e a proposta de coquetéis, a indicação correta é consequência de um trabalho bem desenvolvido.

Simplifique o tanto quanto puder as descrições dos ingredientes, evitando termos complicados à leitura de seus clientes.

Qualquer dificuldade pode ser um fator impeditivo à tomada de decisão, encaminhando seus clientes novamente ao retorno de sua zona de conforto, tirando assim suas possibilidades de novas vendas de coquetéis, e maior rentabilização.

Explore seus insumos

Estreite a “ponte” entre bar e cozinha, utilizando os mesmos insumos e aumentando sua vida útil.

Foque em seu CMV e trabalhe com insumos de ampla disponibilidade, não ficando à mercê de sua sazonalidade e variação de preços.

Aproveite as técnicas e complementos de textura, aroma e sabor que a cozinha de seu estabelecimento pode lhe oferecer.

Havendo esta integração da proposta de ambos os setores, aliados à identidade de seu local, o direcionamento certo no momento da indicação nada mais será do que uma habilidade intrínseca à sua equipe.

Invista no sucesso

Recomendar com habilidade não é uma tarefa difícil, uma vez que você e sua equipe entenderam o quê e a quem oferecer.

O pilar da Venda Consultiva (já citado anteriormente em nosso artigo sobre Menus Inspiradores e Que Vendem Mais), te auxiliará a direcionar a tomada de decisão de seus clientes.

Invista em seus coquetéis autorais, caso você tenha autonomia para criá-los e oferecê-los, e busque um levantamento sobre seus produtos mais vendidos, dias e horários em que essa demanda ocorre, e evidence-as.

Abordagens não verbais a seus clientes podem ocorrer desde o primeiro momento da entrada através de quadros de sugestão, cardápios anexos ao menu da espera, e claro, a recomendação infalível de seus especialistas.

Reforce a indicação de sua oferta mais requisitada e conhecida, uma vez que é o que faz sentido a seus clientes e conhecer essa oferta e demanda facilita muito, principalmente nos momentos de pico em sua casa.

SEJA SIMPLES

Foque no perfil de aroma e sabor de cada coquetel, descreva os componentes de cada receita de maneira a atender sensações, e de uma forma mais lúdica entregar o engajamento a seus clientes antes mesmo de chegar à mesa.

SEJA O ESPECIALISTA

Conheça seus ingredientes, sua proposta e a melhor maneira de envolver seus clientes na experiência que você deseja entregar.

Fidelizar seu público é uma tarefa fácil, uma vez que você domina suas técnicas e ferramentas de venda.

Recomendar com habilidade vai desde o entendimento do desejo de seus clientes até o que facilita sua operação em termos de agilidade e eficiência no padrão de entrega e atendimento.

A hospitalidade deve se adaptar ao serviço, e nunca ser afetada de maneira negativa, por mais corrido que esteja seu turno.

Foque na indicação de coquetéis pre-batched, montados, de rápida execução e que condigam com o momento em que são pedidos.

Pense na experiência de modo complementar entre coquetéis e pratos desde o momento da entrada até o pedido da sobremesa.

Rentabilize sua venda de coquetéis e eleve organicamente a expectativa e experiência de seu público.

Dominando sua oferta e seus pontos de contato com seus clientes, a abordagem torna-se algo simples e a recomendação certeira é apenas consequência de uma brigada bem treinada.


CINCO PONTOS CHAVES

  1. Escute seus clientes
  2. Comunique-se com sua equipe
  3. Invista no sucesso
  4. Otimize seu atendimento
  5. Hospitalidade e serviço são fatores de peso