We have updated our Privacy and Cookie Notice to keep you informed where we may process your personal data. See more here or contact us for more information.

ONDE TUDO COMEÇOU

Os escoceses destilam bebidas há mais de 500 anos. Antigamente, chamavam o destilado que faziam de uisge breatha — “água da vida”, em gaélico.

Com o aperfeiçoamento dos métodos de destilação ao longo dos séculos, a produção de bebidas se desenvolveu consideravelmente. Foi graças aos monges que os conhecimentos sobre destilação se disseminaram. Suas técnicas saíram dos monastérios e eram utilizadas nas cidades. Os novos métodos de destilação logo se espalharam entre os vilarejos, e alguns acreditavam que aquelas bebidas serviam para diversas coisas, como manter a boa saúde, prolongar a vida, alívio de cólicas e até mesmo para tratar catapora. No entanto, não há evidência de que os destilados tivessem algum efeito medicinal.

Os anos se passaram e o uisge breatha passou a ser conhecido como whisky, que se tornou parte integrante da vida na Escócia. Um dos costumes era oferecer a bebida a visitantes, logo que chegavam, como um brinde de boas-vindas.

Em 1830 houve uma revolução na história da bebida, quando os primeiros whiskies à base de cereais começaram a ser produzidos. A mistura dos whiskies de cereais, mais leves, com os whiskies de malte, com sabor intenso, aumentou consideravelmente o seu apelo entre os bebedores. Foi nesse cenário que um homem chamado John Walker construiu sua reputação como blender, fazendo experimentos com whiskies dos quatro cantos da Escócia.

COMO O SCOTCH WHISKY É FEITO?

Grãos de cevada ou outras sementes ficam encharcados de água até que comecem a brotar.

Quando os grãos brotam, são então secos e tostados em um grande forno chamado kiln. No método tradicional de produção de scotch whisky, o fogo do kiln era alimentado com turfa, o que dava seu característico sabor turfado. Hoje em dia, diferentes níveis de fumaça de turfa ainda são usados para se obter o sabor final do whisky, gerando uma variedade de estilos, como o Caol Ila, que tem sabor intenso de turfa, e o Oban, que é mais leve, devido à sua menor exposição a essas fumaças.

Os grãos de cevadas, após secagem e tostagem, são hoje chamados de “maltados”. A cevada maltada é moída e misturada com água quente até virar uma massa. O líquido açucarado que resulta desse processo (chamado de wort) é então separado dessa massa de grãos.

O próximo passo é adicionar levedura ao wort, para que fermente. Esse processo leva entre dois e quatro dias, e após esse período, o líquido resultante (conhecido como wash) tem um sabor muito similar ao da cerveja. Nessa fase a bebida tem cerca de 9% de graduação alcoólica, e o tempo de repouso após a criação do álcool é determinante para o destilado final.

Chega então o momento de destilar (aquecer e resfriar) o wash em um alambique de cobre. Ao manter a temperatura abaixo dos 100°, a água permanece enquanto o álcool evapora. Esse vapor é resfriado novamente e se transforma em líquido. O produto final da primeira destilação não é forte o suficiente para ser chamado de destilado (spirit), por isso o processo é repetido em um alambique menor. A destilação lenta permite mais contato com o cobre, criando um whisky leve e suave. Em contrapartida, uma destilação mais rápida minimiza esse contato e produz um whisky mais denso e oleoso.

Os whiskies single malt são quase todos destilados duas vezes seguindo esse processo. Já os scotches single grain são destilados em um processo contínuo em alambiques de coluna, gerando um tipo de whisky mais leve e suave. Após a destilação, a bebida deve ser envelhecida em barris de carvalho (e somente na Escócia) por pelo menos três anos, antes de poder ser chamada de scotch whisky.

QUAL O PAPEL DOS BARRIS?

Entre 30% e 70% do sabor de um whisky é criado durante seu envelhecimento em barris de carvalho, por conta da interação da bebida com a madeira.

Barris novos produzem um sabor forte demais, por isso a maioria dos scotch whiskies são envelhecidos em barris de segunda mão. Dependendo do uso que esses barris tiveram previamente, diversos sabores são conferidos à bebida. Barris de carvalho americano utilizados para envelhecer bourbon dão um sabor doce de baunilha e notas de coco e produzem um whisky de cor clara. Já os barris de carvalho europeu que foram usados para armazenar xerez dão ao whisky um sabor intenso e frutado, e uma coloração mais escura.

O QUE É BLENDING?

Blending (misturar) é a parte do processo onde a ciência encontra a arte. Diversos barris são misturados para criar uma bebida consistente, balanceada e de qualidade. No caso de um scotch whisky single malt, isso ocorre quando determinado número de barris da mesma destilaria são misturados. No caso de um blended scotch whisky, vários barris de destilarias de toda a Escócia são misturados para dar origem à bebida.

Blending é um processo que requer muita técnica, pois envolve o balanceamento de diversos whiskies diferentes até se chegar a um produto final que seja melhor do que simplesmente a soma das partes. Cada whisky específico tem seu próprio sabor e características, por isso tudo depende do conhecimento, expertise e intuição da equipe de destiladores em selecionar os whiskies corretos e deixá-los envelhecer pelo período ideal. Assim são produzidos os scotch whiskies excepcionais e consistentes.

O SCOTCH É FEITO PARA SER APRECIADO DE MUITAS MANEIRAS

Não existe forma certa ou errada de se apreciar um scotch whisky. Algumas pessoas preferem puro, sem gelo ou água, mas há certos whiskies que ganham vida com um pouco de água, já que isso faz com que o sabor ganhe nuances sutis. Outros preferem somente com gelo. O scotch whisky tem um papel importantíssimo na mixologia mundial, e tem sido assim por gerações. Seja no clássico Old Fahioned ou em um drink mais simples como simplesmente colocar whisky e água com gás em um copo Highball.

TIPOS DE SCOTCH WHISKY

Single malt scotch whisky – utiliza apenas cevada maltada em sua produção e é destilado em lotes, em uma única destilaria e em alambiques de cobre. Só pode ser engarrafado na Escócia.

Single grain scotch whisky – também é destilado em uma única destilaria, mas outros cereais, maltados ou não, são adicionados durante sua produção.

Blended scotch whisky – um ou mais single malt scotch whiskies são misturados com um ou mais single grain scotch whiskies.

Blended malt Scotch whisky – um blend – mistura – de diversos whiskies single malt, produzidos em mais de uma destilaria.

Blended grain Scotch whisky – um blend de diversos whiskies single grain, produzidos em mais de uma destilaria.

CONFIRA NOSSAS MARCAS DE SCOTCH WHISKY, PARA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE SEUS ESTILOS E CATEGORIAS

BLENDED SCOTCH WHISKIES

  • Bell's

    Bell's

    Um dos blended scotch whiskies pioneiros, desde 1825 Bell’s se distingue entre os melhores maltes, como uma bebida rica e única.

  • Buchanan's

    Buchanan's

    O blended Scotch whisky Buchanan’s é um excelente exemplo de qualidade. A marca representa o prestígio e a tradição, e é reconhecida como tal em toda América do Sul.

  • Johnnie Walker

    Johnnie Walker

    A marca de blended scotch whisky mais icônica e mais vendida do mundo. Desde o vibrante Red Label até o superpremium Blue Label – e mais.

  • Old Parr 12

    Old Parr 12

    Lançado em 1909, nomeado em homenagem ao homem mais longevo da Inglaterra, que viveu até os 152 anos.

  • OLD PARR 18

    OLD PARR 18

    Old Parr 18: a excelência da marca Old Parr, agora com um blend mais complexo e cheio de história pra contar

  • White Horse

    White Horse

    White Horse é um blended scotch whisky encorpado, com sabor turfado e residual caloroso.

SINGLE MALT WHISKIES

  • Cardhu

    Cardhu

    Um imperdível single malt da região de Speyside. Doce e suave, com um sabor caloroso e limpo.

  • Talisker

    Talisker

    Forte e pungente, deixa um gosto final apimentando e levemente defumado. Esse single malt premiado é o único a ser produzido na histórica ilha de Skye.

Mantenha-se conectado conosco, compartilhe suas receitas no Instagram @diageobarac_br e no Facebook Diageo Bar Academy Brasil!

Cadastre-se e se torne um membro da nossa comunidade e receba novidades e dicas de bar!