We have updated our Privacy and Cookie Notice to keep you informed where we may process your personal data. See more here or contact us for more information.

« voltar para Por Trás da bebida

POR DENTRO DA BEBIDA: BOTÂNICOS E O MUNDO DO GIN

O boom do gin não dá sinais de que vai diminuir tão cedo. Por isso, como usar essa bebida versátil da melhor forma possível? O segredo para criar um ótimo coquetel é entender e complementar os sabores que compõem o seu destilado base.

O que são botânicos?

O Gin é produzido através da combinação de um destilado de grãos neutros com bagas de zimbro e outros ingredientes como frutas, sementes e condimentos, para dar sabor. Esses ingredientes são chamados de extratos vegetais, ou botânicos. Os componentes aromáticos contidos nesses botânicos são absorvidos quando são imersos no destilado, ou pelo vapor produzido durante o processo de destilação.

A combinação exata desses vegetais é meticulosamente escolhida pelo mestre destilador, para criar um equilíbrio perfeito de sabores e tornar seu gin único. Esse processo definirá a individualidade do produto final.

A importância do zimbro

O zimbro pertence à família dos ciprestes, e tem a mesma importância para o gin que a uva tem para o vinho: é indispensável. Não é apenas o principal vegetal que compõe o gin — isso é inclusive regido por lei — mas é também o sabor que classifica um destilado como gin.

O sabor característico vem do óleo encontrado em suas bagas. Seu sabor é acentuado e picante, com notas de lavanda, canfeno (cânfora) e pinho.

Outros botânicos comuns

Existem centenas de extratos vegetais utilizados para se fazer gin, mas os mais comuns são:

Vegetais usados na produção de gin

Zimbro é semelhante ao pinho, mas tem notas cítricas.

Sementes de coentro podem ter sabor cítrico, amendoado e levemente picante.

Angélica tem um sabor terroso e almiscarado; é ao mesmo tempo amargo e herbal.

Raspa de limão confere frescor e sabor cítrico.

Casca de laranja pode dar amargor ou adocicar o sabor.

Alcaçuz é um vegetal doce e amadeirado, e uma alternativa para o açúcar.

Canela dá um toque picante ao gin.

Amêndoa confere um toque picante, fresco e também um leve sabor de marzipã.

Cardamomo é picante, cítrico e com um leve sabor de eucalipto.

Gengibre, com seu aroma característico, dá um sabor mais picante.

Noz-moscada, por ser aromático e picante.

Pimenta Cubeba confere um sabor apimentado, picante e similar ao do limão.

Pimenta malagueta é forte e bem picante.

Raiz de Lírio-Florentino (Orris) é amarga e perfumada, similar à violeta de Parma.

Cássia é picante e com sabor parecido ao da canela.

Agora vamos colocar esse conhecimento em prática

Conhecer e entender o papel de cada botânico e cada sabor dentro do gin que você escolher é chave para criar coquetéis melhores e mais equilibrados. Permite também que você seja mais criativo ao fazer experimentações com ingredientes e decorações diferentes, e assim ciar uma experiência realmente única para seus clientes.

Por isso, vamos colocar essas informações em prática e dar uma olhada em algumas receitas que destacam os vegetais contidos no mundialmente famoso gin Tanqueray.

Gin: Tanqueray London Dry

Botânicos: zimbro, semente de coentro, angélica e alcaçuz.

Sabor: característico de zimbro, apinheirado e com um leve toque de limão siciliano.

Receita perfeita: Tanqueray e tônica com limão siciliano e alecrim

A combinação entre o limão e o alecrim complementa perfeitamente as notas de alcaçuz e as raspas de limão contidas no gin.

RECEITA
PREPARO

Gin: Tanqueray No. Ten

Botânicos: os quatro extratos vegetais principais do gin Tanqueray: zimbro, coentro, raiz de angélica e alcaçuz, combinados com sabores cítricos e de camomila.

Sabor: cítrico com notas ácidas

Receita perfeita: Tanqueray No. Ten Martini

A decoração com toranja rosa evidencia os sutis sabores cítrico e de camomila.

RECEITA
PREPARO

Gin: Tanqueray Rangpur

Botânicos:os quatro extratos vegetais principais do gin Tanqueray: zimbro, coentro, raiz de angélica e alcaçuz, combinados com o limão-cravo (originário da Índia), gengibre e folhas de louro.

Sabor: leve e agradável com um toque cítrico acentuado.

Receita perfeita: Tanqueray Rangpur e tônica

Com seu sabor cítrico característico, esse gin vai muito bem com águas tônica premium, e com uma fatia generosa de limão.

RECEITA
PREPARO

Gin: Tanqueray Flor de Sevilla

Botânicos:os quatro extratos vegetais principais do gin Tanqueray: zimbro, coentro, raiz de angélica e alcaçuz, combinados com o sabor agridoce das laranjas de Sevilha (laranja-azeda) e da flor de laranjeira.

Sabor: picante e doce

Receita perfeita: Tanqueray Flor de Sevilla Negroni

Para quem quer criar um aperitivo deslumbrante para começar a noite, o Tanqueray Flor de Sevilla Negroni é a receita perfeita, que destaca as notas de tangerina e os toques de zimbro e coentro do gin.

RECEITA
PREPARO

Quer ter acessos às dicas e truques mais recentes, para alavancar sua carreira de bartender? Inscreva-se na Diageo Bar Academy para ter acesso exclusivo a tudo isso e mais.