We have updated our Privacy and Cookie Notice to keep you informed where we may process your personal data. See more here or contact us for more information.

Das técnicas de bar mais simples às mais sofisticadas – como fazer espuma ou fat-washing (uso de manteiga ou gordura nos coquetéis) – o bartender irlandês Andrew Dickey ensina alguns truques para dar sabor e densidade a seus drinks e impressionar seus clientes!

O Básico

Qualquer mixologista vai te dizer, de um modo ou de outro, “Para fazer um Ramos Gin Fizz você deve mexer no sentido horário por 30 segundos e bater por 22 segundos, porque ele só estará pronto quando você estiver chorando de cansaço!”. Vamos começar do começo e ver algumas regras básicas que vão te ajudar em qualquer coquetel que você for fazer.


Minhas três dicas principais para qualquer coquetel:

Melhorando suas habilidades

Agora que passamos pelo básico, vamos ver três técnicas avançadas.

Espumas e Ares

Porque: Uma ótima técnica para adicionar diferentes sabores e texturas a seus drinks, fugindo um pouco dos sours (que incluem clara de ovo). Espumas são fáceis de fazer e podem ser usadas em qualquer estilo de drink.

Como fazer:

Carbonatação

Porque: Uma nova mania que chegou à coquetelaria no ano passado foram os refrigerantes caseiros, que dão um toque diferente a coquetéis clássicos, adicionando sabores e efervescência.

Como fazer:

Refrigerantes caseiros são fáceis de fazer e dão aquela efervescência bonita a coquetéis longos e spritzers. Você vai precisar de um sifão de cápsulas de Co2, fácil de encontrar online ou em lojas de artigos para cozinha e/ou coquetelaria. Para o sabor, o ideal é usar frutas frescas ou folhas de chá (encontradas em mercados de produtos naturais ou feiras) que melhor combinam com o destilado base de seu drink. Um bom exemplo é o TANQUERAY NO. TEN com capim limão, refrigerante de gengibre, hibisco, romã e zimbro. É só seguir esses passos:

Fat Washing:

Porque: Técnica que dá sabores culinários ao drink, inclusive sabores que os clientes normalmente não associam à coquetéis.

Como fazer::

Fat-washing é usar gorduras ou óleos de frutas, aves ou laticínios junto com destilados. Dá um sabor e textura incríveis e fica impressionante, quando feito do jeito certo. Você pode usar gordura de bacon, de pato, manteiga ou óleo de coco. Saber fazer um Bourbon com manteiga é quase uma obrigação para mim, principalmente porque, sendo irlandês, manteiga faz parte do meu estilo de vida. Siga estes passos:

Colocando em prática – Espumas e ares

Margarita com um toque diferente

Para a espuma:

Preparo

Colocando em prática – Carbonatação

The Mexican Rose

Preparo

Como fazer o refrigerante:

Colocando em prática – Fat-washing

Dutch Summer Punch (serve 10 pessoas)

Preparo

Lembre-se:

Essas são algumas técnicas usadas na coquetelaria, e para um bartender novato, pode parecer muita coisa para assimilar. Todos nós começamos de alguma forma, então não desanime! Faça experiências com sabores e técnicas, e eles acabarão se tornando parte da sua rotina diária. Divirta-se!

Quer ter acesso exclusivo a conteúdos sobre o mercado, ferramentas de bar e calculadores de rentabilidade? Inscreva-se na Diageo Bar Academy e tenha acesso ilimitado a tudo isso.